5 dicas para armazenar seus remédios de forma segura



Manter as medicações em local correto e protegido evita riscos à saúde


Não é de hoje que muitas pessoas têm o hábito de manter um estoque de medicamentos em casa. Seja quem precisa tomar remédios de forma periódica ou quem apenas tenha uma precaução para os casos de dor de cabeça e cólica, o hábito de conservar uma "mini farmácia" caseira é algo que vem de gerações e acontece em toda parte.


Porém, é preciso ter cuidado e atenção ao realizar essa prática. Alguns locais da casa podem não só comprometer a eficácia dos medicamentos, como gerar uma contaminação dos mesmos, colocando a saúde em risco. Portanto, confira algumas dicas para armazenar os remédios da forma correta:


1- Mantenha a embalagem original


O farmacêutico homeopata Jamar Tejada explica que guardar os medicamentos em sua embalagem original mantém a integridade e ajuda a conservá-los. "A embalagem foi projetada para evitar grandes variações de temperatura, umidade, exposição à luz, poeira e microrganismos que contaminam os mesmos. Além disso, nelas, você pode identificar o nome correto, o lote, a validade do produto e ler a bula", explica o especialista.


2- Escolha locais frescos e arejados


Guardar um medicamento na cozinha ou no banheiro pode não ser uma boa ideia. Por serem locais com grande mudança de temperatura e umidade, a conservação dos remédios pode ser prejudicada, aumentando as chances de proliferação de bactérias e de desintegração de suas propriedades.


Por isso, é indicado que os medicamentos sejam guardados em locais frescos, arejados, secos e que não sofram mudanças térmicas, longe da exposição à luz solar. Os especialistas também recomendam que os remédios sejam mantidos separados dos produtos de limpeza.


3- Evite estojos de armazenamento


Muitas pessoas guardam os medicamentos em estojos ou caixinhas que separam os comprimidos que devem ser tomados durante a semana. Apesar de parecer uma forma de organizar a rotina, essa prática pode ser muito perigosa.


Jamar explica que, além de prejudicar a identificação dos medicamentos, isso pode levar a confusão e erros no momento do uso, trazendo consequências como a superdosagem, por exemplo.


"A estabilidade do medicamento pode sofrer alterações, uma vez que essas caixinhas não possuem vedação como a da embalagem original, além de sofrer ações diretas da luz, já que a maioria das caixinhas ou estojos são transparentes", conta o farmacêutico.


4- Cuidados durante viagens


Durante as férias ou viagens a trabalho, o modo de se guardar medicações também deve ter a atenção e cuidados necessários. "O mais indicado é utilizar embalagens térmicas, pois pode ser necessário o uso de algum resfriamento no medicamento, caso houver muita variação de temperatura entre meio externo e interno", explica Jamar.


De acordo com o especialista, quando a viagem for feita de carro, também é indicado o uso de gelo reutilizável para preservação do remédio, pois não há derretimento, já que são acondicionados em embalagens plásticas. Assim, é possível manter a medicação em sua embalagem original e garantir uma boa temperatura, sem riscos de umidade.


5- Cuidado com as crianças


Além dos cuidados para a preservação dos medicamentos, também é preciso se atentar com a segurança das crianças na hora de guardar os remédios. Dê preferência a ambientes que estejam fora de alcance dos pequenos, garantindo que apenas adultos possam ter acesso ao local.


Outros cuidados com medicamentos


Algumas outras orientações também devem ser seguidas ao se manter medicamentos em casa. É importante lembrar que cada pessoa pode apresentar uma reação diferente para cada remédio, logo, a automedicação nunca é indicada. Procure um médico para saber quais são os tipos de comprimidos mais indicados para o seu quadro e sua condição de saúde.


Leia a bula e respeite sempre o prazo de validade para cada medicação, evitando complicações adversas na hora de ingerir os remédios. Caso seja necessário o descarte desses produtos, nunca os jogue em lixos ou privadas, pois essas práticas podem causar a contaminação do solo e da água. Logo, a maneira correta de descartar um medicamento é procurar por farmácias, drogarias e postos de saúde que façam esse serviço de forma segura.


Fonte: minha vida

3 visualizações
Menu Rápido
Orçamento Rápido
Endereços e Contatos

Orçamentos: farmacia@cedroni.com.br

 

11 2764.3700 | 11 3277-3753

WhatsApp 11 99350-7997

0800 7733 700

 

Consultoria Técnica Farmacêutica

11 2764-3747

farmaceutica@cedroni.com.br

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram

Copyright © 2019 - Todos os Direitos Reservados - Farmácia Cedroni - Desenvolvido por Acasadearte