Acne e rosácea: você sabe como diferenciá-las?


Embora tenham manifestações muitas vezes parecidas, são problemas distintos. Aprenda a reconhecer a rosácea


É comum classificarmos qualquer manifestação na pele do rosto como acne. No entanto, há outras condições que provocam situações parecidas, como a rosácea. Para entender melhor, a rosácea é considerada uma doença crônica da pele, e que precisa ser controlada. Mas calma: é possível contornar o problema e ganhar autoconfiança mesmo com a rosácea.


Por definição, a rosácea é uma doença inflamatória crônica da pele e que pode se manifestar e regredir diversas vezes ao longo do tempo. Muitos acabam chamando a rosácea de "acne rosácea", porém essa terminologia é incorreta. Para diferenciar as duas condições, é importante saber que a acne é uma doença da glândula sebácea, enquanto a rosácea é uma manifestação inflamatória com presença de pequenos vasos na pele.


Mas, afinal, quem é que está mais suscetível a ter rosácea? Apesar de também se manifestar em homens, são as mulheres - principalmente aquelas com entre 30 e 60 anos - que apresentam a doença com mais frequência.


Além de ter fundo genético, o estresse está intimamente ligado às crises de rosácea, bem como a presença do ácaro como um habitante da flora natural da pele (Demodex folliculorum).


Como saber se é rosácea?


É difícil diagnosticar a rosácea, por isso uma consulta com o dermatologista é fundamental para identificar o problema. Afinal, a rosácea provoca algumas características na pele, entre elas:

  • Presença de vermelhidão na pele e sensação de calor no rosto

  • Pequenos vasos sanguíneos aparentes na pele do rosto (telangiectasias)

  • Pequenas lesões arredondadas avermelhadas e com pus no centro (pápulas e pústulas). Por isso, muitos a confundem com acne

  • Manifestações oculares - pessoas com rosácea podem apresentar irritação, ressecamento, conjuntivite, blefarite, entre outras manifestações.

Tratamento para rosácea: como é feito?


Em primeiro lugar é importante evitar a automedicação, já que apenas o dermatologista poderá saber e indicar o melhor tratamento para cada caso. Portanto, cuidado com aquela indicação da amiga, pode ser que não seja a melhor para você.


Há, atualmente, determinados produtos para controle da rosácea, aliados aos bons hábitos e alguns procedimentos estéticos. O Rozex® (Metronidazol, da Galderma) é um dos produtos, pois é um medicamento que tem ação anti-inflamatória, o que pode colaborar com a melhora da rosácea.


Além disso, pelo fato de a pele de quem tem rosácea ser mais sensível e poder reagir ao uso tópico de determinadas substâncias, é importante lembrar de usar produtos adequados para a limpeza, hidratação e fotoproteção do rosto.


Para quem já identificou que as manifestações na pele podem ser rosácea, está buscando um dermatologista para esclarecer melhor e fazer o tratamento, é possível atenuar os sintomas em casa enquanto o dia da consulta não chega. Anote as dicas:

  • Aplicar água termal com regularidade pode ajudar

  • Evitar o consumo de alimentos muito quentes e apimentados, com condimentos fortes e afins

  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas

  • Evitar a exposição direta do rosto ao sol e não se esquecer de usar filtro solar de forma diária

  • Tentar controlar o estresse, já que ele pode estar intimamente ligado às crises. Que tal aprender a meditar?

Lembre-se: não deixe sua autoestima ser abalada pela vermelhidão excessiva da pele. Mesmo que as manifestações possam se repetir muitas vezes durante a vida, a rosácea tem tratamento e, com a adesão contínua às terapias, pode ser controlada. Converse com seu dermatologista!


Rotina de skincare é fundamental para manter a pele saudável


Cuidar com carinho da pele é fundamental. Para isso o ideal é usar produtos que não agridam a pele e promovam limpeza com suavidade, bem como hidratação na medida certa e fotoproteção segura e adequada.


Cetaphil Face, por exemplo, tem uma linha completa para cuidados com a pele. A Espuma de Limpeza Suave de Cetaphil promove uma limpeza profunda, remove 80% das partículas de poluição da pele* e preserva a sua hidratação natural.


Para hidratação, que é o segundo passo da rotina de skincare, Cetaphil Loção Hidratante Facial com ácido hialurônico é indicado para todos os tipos de pele, inclusive as sensíveis, e conta com a exclusiva tecnologia Hyacare® 50, composto que tem capacidade de penetrar nas camadas mais profundas da pele**, promovendo revitalização e hidratação profunda.


O terceiro passo é a fotoproteção. Mais uma vez, o ideal é que o protetor solar tenha sido formulado para peles sensíveis, minimizando o risco de alergias ou desencadeamento de uma crise de rosácea. Cetaphil Sun Antioxidante FPS 60, disponível nas versões com e sem cor, conta com a vitamina C, vitamina E e Complexo Celligent. Além de prevenir o envelhecimento cutâneo, protege a pele contra partículas de poluição e possui alta proteção com FPS 60 UVA/UVB.


*comparado ao período basal, antes da limpeza.

**comparado a produtos com ácido hialurônico de alto peso molecular.


Fonte: minha vida

4 visualizações0 comentário