Grávida pode manter uma dieta vegetariana? E vegana?


Saiba se a alimentação vegana e vegetariana é indicada para gestantes


A alimentação saudável sempre foi muito importante para qualquer ser humano, principalmente na gravidez, pois tudo o que a gestante come influencia no desenvolvimento daquele pequeno ser que está sendo gerado.


Manter uma alimentação vegetariana ou vegana gera muitos debates a respeito do propósito e do que pode ou não estar inserido nas refeições. Vale ressaltar que existe diferença entre vegetarianismo e veganismo.


Pessoas veganas não comem nada que tenha origem animal e seguem um estilo de vida que vai além da alimentação - também não consomem produtos que sejam originados ou testados em animais. Já o vegetariano não come carne, aves e peixes, mas podem consumir produtos que venham de origem animal, como ovos e leite.


Durante a gravidez é comum surgirem dúvidas a respeito da alimentação, principalmente quando a mulher é vegetariana ou vegana. Será que ela deve continuar se alimentando da mesma maneira? Dieta vegana ou vegetariana faz mal para o bebê? Confira abaixo.

Grávida pode manter dieta vegetariana e vegana?


De acordo com a nutricionista Kenia Lovizon, especialista do Grupo Huntington, a gestante pode manter a alimentação vegetariana ou vegana desde que com acompanhamento profissional e que consiga fazer refeições balanceadas, de forma a consumir todos os nutrientes dos quais ela e o bebê necessitam.


É importante equilibrar os alimentos na hora de fazer a refeição. O ideal é apostar em proteínas, ferro e cálcio. "Proteínas podem ser encontradas em leguminosas, folhas verdes, vegetais, sementes, grãos, suplemento proteico vegano, cogumelos, tofu orgânico entre outros. Já o ferro e o cálcio podem ser encontrados em folhas verdes, vegetais, frutas, leguminosas e sementes", explica a nutricionista.


Não só o organismo da pessoa vegana ou vegetariana precisa absorver muito bem os alimentos das refeições, como o de qualquer outra pessoa, pois somente assim o corpo consegue todos os nutrientes necessários.


Segundo a nutricionista Kenia Lovizon, dependendo da composição da alimentação, da quantidade e frequência, o consumo de chás, café e chocolate pode dificultar a absorção de ferro dos vegetais pelo organismo. "Para evitar, consuma em horários diferentes das grandes refeições", indica.


Veganismo na gravidez: suplementação


A gestante que segue uma alimentação vegetariana ou vegana, geralmente, necessita de suplementação, mas isso depende da saúde de cada uma.


No caso do veganismo, a suplementação pode ser ainda mais necessária, visto que a pessoa não consome nenhum alimento de origem animal. Uma suplementação de ferro e ômega 3 pode ser indicada nesses casos. De acordo com a nutricionista Kenia, os exames de sangue são a melhor forma de monitorar os níveis de ferro.


Vitaminas B12, B2 e iodo podem ser encontrados em ovos e laticínios - alimentos não consumidos por veganos -, e que são essenciais para o desenvolvimento do bebê. Portanto, o acompanhamento durante o pré-natal com um nutricionista é essencial para modular a suplementação e o plano alimentar.


Fonte: minha vida

2 visualizações0 comentário
Menu Rápido
Orçamento Rápido
Endereços e Contatos

Orçamentos: farmacia@cedroni.com.br

 

11 2764.3700 | 11 3277-3753

WhatsApp 11 99350-7997

0800 7733 700

 

Consultoria Técnica Farmacêutica

11 2764-3747

farmaceutica@cedroni.com.br

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram

Copyright © 2019 - Todos os Direitos Reservados - Farmácia Cedroni - Desenvolvido por Acasadearte