Tudo o que você precisa saber para respirar melhor


Sabia que lavar o nariz com solução salina diariamente traz maior conforto respiratório e auxilia na prevenção de infecções? Veja mais dicas sobre respiração


Você já se perguntou se a sua respiração é adequada? Quem não respira bem pode sofrer diversas consequências na saúde, como um aumento de infecções respiratórias, dores de garganta e até mesmo problemas estéticos e funcionais na arcada dentária.


Pensando nisso, com o apoio da Libbs Farmacêutica, o Minha Vida ao Vivo conversou com os otorrinolaringologistas Maura Neves e Ricardo Dolci para esclarecer todas as questões que envolvem respiração e dicas sobre como melhorá-la para trazer mais conforto no dia a dia. Abaixo, confira algumas das principais questões e clique aqui para assistir ao vídeo na íntegra.


Minha Vida: qual o papel do nariz para o corpo humano?


Maura Neves: O nariz não é uma coisa apenas para segurar os óculos ou enfeitar. Respirar pelo nariz tem uma grande importância, pois ele condiciona o ar a uma condição ideal de troca gasosa no pulmão. Traduzindo, isso quer dizer que o nariz deixa o ar do jeito que o pulmão precisa para trocar oxigênio por gás carbônico, e isso é fundamental para nossa vida. Ele aquece, umedece e faz a defesa inicial deste ar. Essa umidificação e aquecimento do ar facilita as trocas gasosas no pulmão de uma maneira melhor. E a defesa inicial, todos os anticorpos respiratórios para os germes respiratórios, estão dentro do nosso nariz. Se a gente respira pela boca, muitas vezes teremos uma repercussão maior para o nosso organismo, de forma negativa, como dor de garganta, entre outras coisas. Portanto, é importante respirar pelo nariz.


Ricardo Dolci: Nós precisamos lembrar dessa questão: aquecimento, umidificação e filtragem. Nós acabamos pensando que o nariz não tem uma função tão importante, mas ele é essencial para o nosso dia a dia. Se a gente faz essa respiração pela boca, as funções que a gente precisa realizar não acontecem, e como a Dra. Maura Neves falou, o ar chega de um modo que não é ideal para o pulmão e temos algumas alterações.


E aí podemos lembrar de uma questão que as mulheres acabam fazendo, a depilação dos pelinhos do nariz. É extremamente importante preservá-los. A gente fala sempre no consultório, o pessoal fica ?bravo? com a gente, não aceita, mas realmente ele faz a filtragem e impede que as impurezas entrem no nariz.


Minha Vida: é possível dizer que existe uma forma correta de respirar?


Ricardo Dolci: Isso mesmo, a respiração tem de ser feita pelo nariz. A partir do momento que o paciente tem uma respiração oral, ela vai ocasionar diversas alterações, e podemos numerar um monte. Simplificando, podemos falar das alterações anatômico-crânio-faciais, pois pode dar assimetria na região da bochecha, os lábios podem ficar invertidos, os dentes podem ficar tortos ou separados, o céu da boca pode ficar profundo... então são diversas alterações que acabam sendo ocasionadas por uma respiração errônea. A respiração tem de ser pelo nariz!


Minha Vida: o uso de chupetas na infância leva a uma respiração bucal?


Ricardo Dolci: Sim, ela acaba atrapalhando a respiração e vai fazendo com que a criança acabe se acostumando com isso, provocando todas aquelas alterações que já comentamos. A mesma coisa acontece ao chupar o dedo. É importante evitar.


Sabemos que a chupeta acaba ajudando muito no dia a dia dos pais, pois acaba sendo um alívio em alguns momentos, mas tem seu prejuízo. Por isso - nós como otorrinolaringologistas - pedimos muito para os pais pararem e evitarem cada vez mais o uso de chupetas, assim como do dedo, por causa dessas alterações. E aí, posteriormente, acaba tendo de ir ao dentista fazer correções, o que implica em uma série de ocorrências na infância, adolescência e até na vida adulta.


Maura Neves: Não só as crianças pequenas, mas quando a gente cresce um pouquinho e os dentes, por causa do palato alto, podem se apinhar ou se encavalar. E aí o problema está em a pessoa primar sempre pela estética, ou seja, ir ao dentista para colocar um aparelho ortodôntico para arrumar os dentes, sendo que o nariz não funciona. Se o nariz não funcionar, se a pessoa não mantiver a respiração pelo nariz, você pode usar o aparelho que for: ele vai funcionar enquanto estiver com o aparelho, e aí, na sequência, pode entortar tudo de novo.


Ou seja, se for um adolescente ou uma criança mais velha, é importante procurar um atendimento conjunto, não só primar pela estética. Porque normalmente esse adolescente que está com dente torto está roncando à noite, tem toda uma flacidez na mucosa, tem uma alteração de mastigação e mordida. Portanto, é bem importante ficar atento a esses outros sinais, pois são doenças que vêm associadas ao nariz tampado e têm uma grande repercussão na qualidade de vida e no desenvolvimento cognitivo.


Minha Vida: quais são as possíveis causas de uma má respiração?


Ricardo Dolci: Temos várias. Entre elas temos a rinite alérgica, que é a pessoa que tem uma obstrução do nariz por uma hipertrofia dos cornetos - estruturas que temos dentro do nariz - e devido ao quadro alérgico, eles ficam mais "gordinhos" e edemaciados, e a pessoa acaba respirando pela boca. Outra alteração é no septo nasal - que é como se fosse um muro que separa um buraquinho do outro. Se esse muro é desviado ou é torto, aí acontece obstrução nasal com consequente respiração bucal. Há também pólipos nasais, outras alterações mais severas dentro do nariz e, em crianças, é mais comum o que a gente chama de hipertrofia adenoamigdaliana, e isso pode acontecer e atrapalhar a respiração, fazendo com que a criança tenha uma respiração oral.


Maura Neves: No adulto, quando a gente tem rinite e a concha ou o corneto ficam grandes, a gente chama de carne esponjosa do adulto. E, na criança, o aumento da amígdala e da adenoide, a gente chama de carne esponjosa da criança.


Minha Vida: o nariz umidifica o ar, mas e no clima seco? Ele consegue umedecer o ar?


Maura Neves: Depende muito da umidade relativa do ar. Em São Paulo, por exemplo, houve dias em que a umidade relativa do ar chegou abaixo dos 30%. O nariz realmente vai começar a sofrer para conseguir umidificar o ar. Normalmente você vai passar a sentir inclusive a garganta seca. Portanto, uma estratégia é usar o umidificador de ar, e outra é a de beber água mesmo. Não adianta fazer nada se não ingerir água.


A terceira coisa importante é lavar o nariz com solução salina diariamente - o soro - pois vai ajudar a umedecer. Às vezes só o soro líquido não vai dar conta, e a pessoa pode precisar de um solução salina em gel. Vai diminuir o ressecamento e ajudar a ficar com o nariz menos seco, pois ele arde, faz crosta, pode sangrar e facilita ter infecção respiratória porque o muco não está defendendo o seu trato respiratório.


Ricardo Dolci: Além de umidificar a mucosa nasal, quando a gente fala na lavagem nasal, a solução salina fisiológica ajuda a manter o bom funcionamento do nariz. Durante o dia a gente acaba acumulando muita poeira e sujeira, partículas do nariz que são necessárias e precisam ser removidas com essas lavagens e hidratação do nariz. Além de umidificar, então, o soro faz essa limpeza no nariz. Isso ajuda a diminuir a incidência de rinite alérgica e de o paciente vir a ter uma sinusite. É o que a gente chama de prevenção. A lavagem nasal é essencial, todo mundo deveria fazer, independentemente da idade. Tem de ser um hábito.


Fonte: minha vida

0 visualização
Menu Rápido
Orçamento Rápido
Endereços e Contatos

Orçamentos: farmacia@cedroni.com.br

 

11 2764.3700 | 11 3277-3753

WhatsApp 11 99350-7997

0800 7733 700

 

Consultoria Técnica Farmacêutica

11 2764-3747

farmaceutica@cedroni.com.br

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram

Copyright © 2019 - Todos os Direitos Reservados - Farmácia Cedroni - Desenvolvido por Acasadearte