Aprenda a deixar sua tapioca mais saudável


Por ser um alimento livre de glúten, muitos veem a tapioca como uma comida saudável. No entanto, não basta simplesmente trocar o pão francês pela tapioca. Como a tapioca é rica em carboidratos é preciso saber aprender a usá-la para que o seu consumo realmente seja saudável.


Até porque, além de conter muitos carboidratos, ela possui bem poucas fibras ou proteínas e quase nada de gorduras. Tudo isso faz com que o índice glicêmico da tapioca seja muito alto.


A saber, o índice glicêmico é uma medida que avalia como diferentes comidas ricas em carboidratos afetam diretamente os níveis de glicose (açúcar) no sangue.


O corpo digere rapidamente os carboidratos de alto índice glicêmico, como a tapioca. Essa absorção mais rápida dos carboidratos provoca picos nos níveis de açúcar no sangue, que resultam em picos de insulina.


O hormônio é responsável por estimular as células a absorver a glicose do sangue para usá-la como energia ou armazená-la em outra região do corpo, o que pode ocorrer na forma de gordura. Ou seja, insulina demais pode significar mais gordura.


Assim, para tornar a tapioca mais saudável é necessário diminuir o seu índice glicêmico. Mas, como fazer isso? Conheça algumas opções:


1. Adicionar sementes de linhaça ou chia na massa


Antes de colocar a tapioca na frigideira, você pode misturar sementes de linhaça ou chia na massinha branca. Aliás, nem precisa hidratar a chia antes de fazer isso. Então, é só distribuir a mistura na frigideira e preparar a tapioca normalmente.


Uma colher de sopa desses ingredientes para as duas ou três colheres de sopa de massa que se costuma usar para fazer a tapioca adiciona fibras e gorduras saudáveis ao prato.

São justamente essas fibras e gorduras saudáveis das sementes de linhaça ou da chia que deixarão a absorção do carboidrato da tapioca mais lento, diminuindo assim o seu índice glicêmico.