12 doenças que se manifestam pela boca: como identificar?


Lesões, sangramento e desconforto na boca podem sinalizar ISTs, câncer e outras patologias


Além de ser fundamental para a alimentação e ostentar um belo sorriso, a boca também é um ótimo sinalizador que indica quando estamos com algum problema de saúde. De acordo com o cirurgião-dentista Celso Lemos, membro da Câmara Técnica de Estomatologia do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP), é comum que doenças sistêmicas, como as autoimunes, infecciosas ou neoplásicas (tumores), apresentem sintomas na via oral.


Como recorda Lemos, a boca faz parte do nosso organismo como um todo e deve ser considerada sempre como uma região importante na manutenção da saúde, podendo ser o local primário para o início do diagnóstico de uma doença. Segundo o especialista, os sinais mais frequentes são sangramento, aumento de volume e feridas variadas, que afetam principalmente as gengivas e mucosas bucais.


Entre as principais doenças que se manifestam pela boca, o cirurgião-dentista destaca doze. Confira quais são essas patologias e entenda como elas costumam afetar toda a via oral - lembrando que é muito importante estar sempre atento às condições de sua saúde oral para evitar problemas mais sérios:


Doenças que se manifestam pela boca


Anemia


A anemia é uma doença causada pela deficiência de ferro, que leva à queda da hemoglobina no sangue. Ela pode ser detectada pela palidez das mucosas da boca, assim como pela atrofia das papilas linguais que revestem a língua, apresentando uma condição conhecida como língua careca ou despapilada.


Diabetes


O diabetes, quando não controlado, pode levar à maior gravidade periodontite. Além disso, uma das características do diabetes é a dificuldade de cicatrização de lesões, o que pode acontecer após uma extração dentária, por exemplo.


A doença também abre espaço para uma maior propensão a infecções locais, devido à dificuldade na formação de pequenos vasos, passo importantíssimo na cicatrização.


Câncer de boca


O câncer de boca costuma ser diagnosticado apenas em seu estágio mais avançado e os sinais aparecem, principalmente, nas mucosas bucais.


Entre os sintomas, estão as feridas na boca ou no lábio que não cicatrizam, caroços, inchaços, áreas de dormência, sangramentos sem causa conhecida, dor na garganta que não melhora e manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na parte interna da boca ou do lábio.


Nas fases mais evoluídas, o câncer de boca provoca ainda mau hálito, dificuldade em falar e engolir, caroço no pescoço e perda de peso.


Leucemia


A leucemia, ou câncer no sangue, é uma neoplasia que apresenta sintomas na boca. De acordo com Lemos, os sinais da doença se apresentam em forma de inchaço e até mesmo sangramento gengival, antes de qualquer outra manifestação pelo corpo.


Bulimia


Especialmente em pacientes com bulimia purgativa, isto é, pessoas que têm o hábito de provocar vômito várias vezes ao dia, o contato do ácido clorídrico do estômago com os dentes pode causar uma doença chamada perimólise.


"A perimólise consiste na destruição do esmalte e dentina, que formam a estrutura dura dos dentes. Isso ocorre na parte voltada para a garganta e pode provocar ainda feridas na mucosa e inchaço das glândulas salivares", explica o cirurgião-dentista.


Doenças autoimunes


Mucosas da boca também podem sinalizar sintomas de doenças autoimunes. É o caso, por exemplo, do pênfigo vulgar e do penfigóide das membranas mucosas, que se apresentam em forma de bolhas e feridas sangrantes.


"Elas são causadas pela produção de auto anticorpos que atacam as mucosas da boca. Vale a pena lembrar que essa classe de doenças pode acontecer também em pele ou em outras mucosas, como a ocular e a genital", aponta Lemos.


Cirrose hepática


Casos avançados de cirrose hepática podem provocar náusea, vômito, perda de peso, dor abdominal, constipação, fadiga, fígado aumentado, olhos e pele amarelados (icterícia), urina escura, perda de cabelo e inchaço do corpo. Porém, segundo Lemos, outro sintoma da doença que desponta na boca é a alteração da cor das mucosas, tornando-as amareladas ou esverdeadas.


Sífilis


A sífilis é uma infecção sexualmente transmissível (IST) que leva ao aparecimento de diferentes sintomas. Entre eles, está a manifestação de lesões nas mucosas da boca. "A aparência clínica é variada. As lesões orais podem aparecer também na forma de uma úlcera ou, mais tardiamente, como uma placa na mucosa", comenta Lemos.


AIDS


Outra IST que se manifesta pela boca é a AIDS, que provoca manchas brancas e incomuns na língua e mucosas. "Pode ter variadas manifestações orais. Na década de 1990, era bastante comum ter o primeiro diagnóstico de AIDS no cirurgião-dentista, devido a infecções oportunistas", afirma o especialista.


Candidíase


A candidíase é uma infecção genital que acomete principalmente as mulheres e é causada pelo fungo Candida. Ocorre que este fungo é comumente encontrado na boca. "Em assintomáticos, fatores locais, como uma prótese total mal adaptada, alteram o equilíbrio natural e podem causar uma infecção", cita Lemos.


Para os sintomáticos, entretanto, a candidíase oral manifesta sintomas como vermelhidão, ardência e desconforto na boca, dor e dificuldade para engolir, manchas brancas dentro da boca e na língua, e rachaduras no canto da boca.


Paracoccidioidomicose


A paracoccidioidomicose é um tipo de micose progressiva de pele, causada pelo fungo Paracoccidioides brasiliensis, e que afeta também mucosas, linfonodos e órgãos internos. Trata-se de uma doença que ocorre na América do Sul e Central, especialmente em plantadores de café da Colômbia, Venezuela e Brasil. Quando doentes, os pacientes manifestam sintomas como lesões no nariz e na cavidade oral.


Sarampo


Quando um paciente é acometido pelo vírus do sarampo, um dos sintomas da doença é o surgimento de manchas vermelhas pelo corpo, inclusive dentro da boca, conhecidas como Manchas de Koplik.

Síndrome de Sjögren


A Síndrome de Sjögren é uma doença reumática autoimune cuja causa ainda não é conhecida. O que se sabe, entretanto, são suas manifestações no corpo, que incluem sintomas na boca. "Ela causa uma xerostomia intensa, isto é, sensação de boca seca com ou sem hipossalivação", diz Lemos.


Outros sintomas deste quadro são olhos secos, falta de lágrimas e paladar, mau hálito, dor ao comer ou engolir, cáries dentárias e cálculos de glândulas salivares.


Higiene bucal como prevenção


Manter a higiene bucal em dia é um fator importante para a prevenção das doenças periodontais, assim como de outras condições que afetam o corpo. "A condição bucal acaba sendo determinante para o início e o sucesso do tratamento", afirma Lemos.


Além disso, o tratamento de doenças que se manifestam pela boca varia de acordo com a patologia que acomete o paciente. De acordo com o especialista, esse processo, geralmente, envolve o atendimento multidisciplinar em equipe, com cirurgiões dentistas (especialmente o estomatologista) e médicos trabalhando juntos.


Outro ponto fundamental é o diagnóstico precoce, que tende a ser relevante para a melhora. "É muito comum o paciente demorar a procurar e obter o diagnóstico da doença que acontece na boca. Quando o tratamento é instituído rapidamente, em geral, se obtém resultados melhores", conclui Lemos.


Fonte: minha vida

7 visualizações
Menu Rápido
Orçamento Rápido
Endereços e Contatos

Orçamentos: farmacia@cedroni.com.br

 

11 2764.3700 | 11 3277-3753

WhatsApp 11 99350-7997

0800 7733 700

 

Consultoria Técnica Farmacêutica

11 2764-3747

farmaceutica@cedroni.com.br

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram

Copyright © 2019 - Todos os Direitos Reservados - Farmácia Cedroni - Desenvolvido por Acasadearte