8 causas da queda de cabelo e como combater


Perder cabelo não é nada agradável, ainda mais quando não sabemos o motivo. Veja então as principais causas da queda de cabelo para saber como agir.


A queda de cabelo é normal, pois isso também faz parte do ciclo de crescimento dos fios. No entanto, a perda capilar em excesso pode ser preocupante.


Aliás, a queda de cabelo pode ocorrer apenas no couro cabeludo (alopecia) ou pode afetar o corpo inteiro. Por isso, é importante estar atento aos sintomas da queda de cabelo e onde as falhas surgem.


Além disso, a perda dos fios pode ser temporária – quando causada pelo estresse, por exemplo – ou permanente quando tem origem genética. Em alguns casos, os remédios para queda de cabelo podem ajudar. Mas geralmente é a alimentação que tem o papel principal na prevenção da queda.


Aliás, há algumas receitas de suco que ajuda na luta contra a queda de cabelo!

Entenda então quais as possíveis causas e saiba por qual razão o seu cabelo está caindo.

Causas de queda capilar


É comum que o cabelo caia. De acordo com a American Academy of Dermatology Association, nós perdemos de 50 a 100 fios de cabelo todos os dias. No entanto, essa perda capilar é normal e não resulta em falhas visíveis no couro cabeludo.


Por outro lado, a queda de cabelo em excesso é visível, pois os fios de cabelo mais jovens não são capazes de substituir o cabelo que caiu. Ou seja, nesse caso, existe um desequilíbrio entre os cabelos que caem e os cabelos que nascem.


Existem vários fatores envolvidos nessa queda dos fios, como por exemplo:

  • Clima mais frio que dificulta a chegada de sangue e nutrientes no couro cabeludo;

  • Uso de produtos fortes no cabelo, como os cremes de alisamento de cabelo;

  • Desequilíbrios hormonais ou emocionais.

1. Deficiências nutricionais


A falta de certos nutrientes e a anemia podem resultar na queda de cabelo. Nutrientes como o ferro, o zinco, a biotina e as proteínas em geral podem prejudicar o crescimento do cabelo.


Assim, ao investigar a causa da queda capilar, é importante verificar com o médico se a sua dieta atual está oferecendo todos os nutrientes que o seu corpo precisa.


2. Estresse


Logo depois de passar por períodos muito estressantes – como por exemplo perder um ente querido, enfrentar uma doença ou ficar sem trabalho – é possível que o seu cabelo caia.


Aliás, há uma condição chamada de tricotilomania em que a pessoa arranca seu próprio cabelo por causa do estresse. Muitas vezes, ela nem percebe que está fazendo isso.

Nesse caso, é importante obter um bom diagnóstico e buscar apoio psicológico – além de incluir atividades no dia a dia que aliviam o estresse.


3. Gravidez


As mudanças hormonais que ocorrem no corpo da mulher durante e após a gestação podem causar perda de cabelo.


Isso acontece porque os níveis de estrogênio caem muito depois do parto. Assim, muitas mulheres relatam perda de cabelo no pós-parto e durante os meses de amamentação.

Embora a quantidade de cabelo que cai possa ser assustadora, a boa notícia é que trata-se de uma condição temporária.


4. Alterações hormonais


Diversos desequilíbrios hormonais podem levar à perda de cabelo, como por exemplo:

  • Síndrome dos ovários policísticos;

  • Problemas na função da tireoide;

  • Uso de pílulas anticoncepcionais.

É provável que além da perda de alguns fios, você sinta outros sintomas que devem ajudar no diagnóstico como:

  • Mudanças de humor;

  • Alterações no ciclo menstrual;

  • Fadiga extrema;

  • Mudanças rápidas ou inexplicáveis no peso corporal.

Portanto, o ideal é fazer um checkup no ginecologista e também no endocrinologista para verificar como está sua saúde.


5. Uso de medicamentos


De fato, certos medicamentos levam à perda de cabelo, como:

  • Quimioterápicos;

  • Anticoagulantes;

  • Alguns antidepressivos;

  • Bloqueadores beta;

  • Remédios para o colesterol;

  • Certos remédios para a acne.

Até mesmo a vitamina A em excesso pode levar à perda capilar. No entanto, nunca deixe de usar um medicamento antes de consultar um médico.