Alimentos Anti-Inflamatórios



Você já ouviu falar em alimentos anti-inflamatórios? Esta é uma das grandes novidades no campo da Nutrologia, mas para que servem esses alimentos exatamente?


Os alimentos anti-inflamatórios, entre outras vantagens, facilitam a perda de peso, melhorando o funcionamento do intestino e de seu organismo em geral. Esses alimentos melhoram a saúde e o bem-estar. Na estética, um bom exemplo é no combate a celulite, que nada mais é do que uma inflamação.


Inflamação no Organismo


A inflamação ocorre quando nosso organismo sofre uma infecção, ataque externo ou lesão. Há, inclusive, casos de inflamação crônica, causada por doenças como artrite reumatoide e aterosclerose, por exemplo. Esse tipo de “inflamação invisível” é mais comum do que se pensa, e pode estar instalada, por exemplo, no intestino ou em outros órgãos.


Quando ocorre um processo inflamatório, o normal é que sejam prescritos remédios anti-inflamatórios. O problema é que alguns desses medicamentos têm efeitos colaterais, principalmente se for necessário utilizar a medicação por um longo período. Já com a ingestão de alimentos anti-inflamatórios isso não acontece, por se tratar de uma solução natural que o corpo “reconhece”. Por isso, seja em casos de inflamações já instaladas ou principalmente para prevenir, vale a pena investir na alimentação: fortalecer o organismo, criar uma fonte de defesa poderosa contra agressores e, consequentemente, aumentar a imunidade.


Outro fator importante com relação aos alimentos anti-inflamatórios é que eles podem potencializar a recuperação das fibras musculares e evitar lesões. Para quem pratica atividades físicas regularmente, especialmente musculação, adicionar esses alimentos à sua dieta diária só irá trazer benefícios para melhorar seu desempenho.


Alimentos Anti-Inflamatórios


Conheça alguns alimentos conhecidos pela função anti-inflamatória que exercem no organismo:


Orégano


Essa planta possui diversos benefícios para a saúde devido às suas propriedades antioxidantes, antimicrobiana e anti-inflamatórias, as quais ajudam a prevenir e combater algumas doenças. O orégano é um anti-inflamatório natural. Isto porque a erva contém uma substância biologicamente ativa denominada beta-cariofilina (E-BCP), também encontrada no manjericão, no alecrim, na canela, e na pimenta preta. Esta substância também parece ter um efeito protetor contra a osteoporose, aterosclerose e outras doenças inflamatórias.


Própolis


A própolis é um material que as abelhas produzem usando a própria cera e resinas de diferentes plantas. Ele é muito utilizado como anti-inflamatório e antisséptico principalmente no tratamento de feridas. O sucesso se deve ao seu alto poder antioxidante. Além de regular o sistema imune, tem efeito antimicrobiano. Os efeitos anti-inflamatórios mais potentes são encontrados na própolis verde e vermelha.


Brócolis


O brócolis é um alimento anti-inflamatório graças ao sulforafano. Essa substância ajuda o corpo a livrar-se de elementos potencialmente carcinogênicos, assim como a aliviar a inflamação e estresse oxidativo. O brócolis também possui uma quantidade elevada de vitamina C, que é um outro agente anti-inflamatório potente.


Abacate


O abacate possui em sua composição o beta-sitosterol, uma substância com ação anti-inflamatória em nosso organismo. Os DFP e fitoesteróis no abacate fornece para nossos corpos com inúmeros benefícios anti-inflamatórias que ajudam a combater uma série de doenças. Além disso contribui também na diminuição de rugas precoces e também a celulite. O abacate é um legítimo super-alimento.


Alecrim


O alecrim vem sendo usado como uma erva medicinal para aliviar dores musculares, melhorar a memória, o sistema imunológico e o circulatório. Ele é rico em antioxidantes, como o ácido rosmarínico e ácido caféico, que também têm uma ação anti-inflamatória bastante efetiva. O alecrim pode ser usado fresco, seco, em pó ou em óleo. Na prática é muito utilizado para temperar alimentos e até em algumas bebidas e chás.


Repolho Roxo


Estão presentes no repolho quantidades significativas de glutamina e polifenóis, que contribuem para que o repolho seja um alimento com propriedades anti-inflamatórias. O repolho roxo, em especial, é rico em antocianinas, um potente agente anti-inflamatório.


Nozes


As nozes contêm os importantíssimos ácidos graxos ômega-3, além de fito nutrientes como os taninos, ácidos fenólicos, flavonoides e quinonas — todos considerados anti-inflamatórios. Consumir nozes está associado à redução da inflamação nos vasos sanguíneos, principalmente quando há situação de risco de doenças cardíacas. As nozes são realmente fantásticas para a saúde!


Gengibre


O gengibre contém compostos anti-inflamatórios potentes chamados gingerols que inibem a produção de óxido nítrico (formadores dos radicais livres no corpo). O gengibre também mostra-se benéfico em diversos outros aspectos, principalmente para o sistema imunológico.


Folhas verdes


Couve, rúcula, alface e espinafre são vegetais com folhas verdes que merecem entrar na dieta por conter alcalinizantes que ajudam a equilibrar o pH do corpo. Ao diminuir a acidez do organismo, o risco de inflamação diminui. Por isso, vale apostar no suco verde para fortalecer o sistema imunológico.


Cúrcuma (Açafrão da Terra)


A cúrcuma é um dos melhores alimentos anti-inflamatórios. Graças ao seu ingrediente ativo, a curcumina, esta raiz pode inibir a síntese e a atividade de importantes enzimas envolvidas na resposta inflamatória. Um estudo com pacientes com osteoartrite concluiu que com apenas 200mg de curcumina por dia, a dor intensa reduziu significativamente.


Probióticos


Os probióticos são bactérias benéficas que que têm uma ação anti-inflamatória no intestino, melhorando a digestão e ajudando a eliminar as substâncias tóxicas do organismo.


Azeite de Oliva


O azeite de oliva é rico em polifenóis, substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias. Além disso, possui ácido alfa-linolênico (ALA), uma substância que ajuda no combate a inflamações. Uma dica: É importante não aquecer o azeite, pois altas temperaturas fazem com que ele perca suas propriedades nutricionais.


Chocolate Amargo ou Nibs de Cacau


Opte pelas marcas que contenham ao menos 70% de cacau na composição. É a opção mais saudável, por conter diversos nutrientes, como flavonoides, componentes que destroem os radicais livres e ajudam a reduzir inflamações crônicas.


Ômega 3


Qualquer alimento rico em ômega 3 deve ser incluído no cardápio com frequência, pois são anti-inflamatórios. Por isso, não se esqueça de consumir linhaça, castanha, nozes, e peixes (atum, sardinha e salmão). Se não for possível a ingestão desses alimentos, faça a suplementação de ômega 3.


Linhaça


O consumo regular da linhaça ajuda na proteção contra bactérias e vírus, graças ao ômega 3, às ligninas vegetais e aos fitosteróis e bioflavonoides. Seus efeitos anti-inflamatórios ainda são importantes para aliviar os sintomas de bronquite e cistite e auxiliar em casos de inflamação dos rins e da bexiga e nas doenças respiratórias, como a asma.


Frutas vermelhas


As frutas vermelhas como: morango, amora e framboesa não são apenas saborosos. Por serem frutos com alto nível de antioxidantes, elas também possuem alto poder anti-inflamatório. E ainda são fontes de vitamina C, um importante nutriente para prevenir gripes e resfriados, e de antocianinas, poderosos agentes anti-inflamatórios.


Abóbora


Abóboras são ricas em carotenoides, substâncias altamente antioxidantes que previnem o envelhecimento precoce. O composto betacaroteno também bastante presente na abóbora é preventivo contra condições inflamatórias da pele e dos pulmões.


Semente de Gergelim


Sabe-se que o gergelim é uma das melhores fontes de cálcio que existe. Além disso, ele é também um ótimo anti-inflamatório. Contém antioxidantes, fito esteróis e ácidos graxos essências (ômega 3 e 6) que bloqueiam a produção do colesterol LDL (ruim) e aminoácidos que, conjuntamente, melhoram a inflamação no organismo.


Alho


O alho já é conhecido há muito tempo por seu poder em combater a inflamação e doenças. Ele funciona tão bem que a sua ação no organismo é comparável a medicamentos como o ibuprofeno, impedindo que as reações que levam a inflamação aconteçam no corpo.


Fonte: beleza e saúde

9 visualizações
Menu Rápido
Orçamento Rápido
Endereços e Contatos

Orçamentos: farmacia@cedroni.com.br

 

11 2764.3700 | 11 3277-3753

WhatsApp 11 99350-7997

0800 7733 700

 

Consultoria Técnica Farmacêutica

11 2764-3747

farmaceutica@cedroni.com.br

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram

Copyright © 2019 - Todos os Direitos Reservados - Farmácia Cedroni - Desenvolvido por Acasadearte