Como escolher o melhor azeite de oliva? Nutri explica

Fatores como a acidez e a oxidação afetam a qualidade do azeite de oliva; entenda como identificar



O azeite de oliva costuma ser recomendado como uma alternativa mais saudável a óleos como o de girassol ou de soja. Mas qual tipo azeite de oliva é o mais apropriado? A nutricionista Ana Paula Gava explica que eles podem trazer benefícios à saúde por trazerem gorduras boas, porém precisam ser utilizados e escolhidos da maneira correta.


Qual o melhor azeite


O azeite de oliva mais indicado para consumo é o extravirgem, que tem acidez próxima a 0,8%. Isso acontece quando a oliva passa apenas por uma prensagem. Ele é rico em gordura insaturada, o ômega 9, que está relacionada à saúde do coração e também à diminuição do colesterol. Além disso, também apresenta propriedades antioxidantes e polifenóis.


Como escolher azeite


Além da escolha do tipo de azeite, sendo os mais adequados o virgem e o extravirgem, alguns outros fatores precisam ser analisados na hora da compra do azeite. As principais indicações da nutricionista Ana Gava são relacionadas a cuidados para selecionar um azeite que não tenham sofrido oxidação e perdido nutrientes, sendo elas:


Procurar um azeite com embalagem de vidroProcurar um azeite com embalagem escuraEscolher azeite no fundo da prateleira, evitando um frasco exposto ao SolEvite azeites combinados (que misturam outros óleos e o de oliva)


Azeite para salada


O azeite extravirgem acaba sendo o melhor azeite para salada, já que carrega mais nutrientes e propriedades benéficas e mantém completamente suas propriedades. Nas saladas ele mantém todas as propriedades antioxidantes, o que não acontece quando é aquecido.


Azeite para cozinhar

<